quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Vida é Arte II


Desenho a lápis

Desenho é vida!

A vida imita a arte e assim seguimos em frente!


No segundo post sobre Vida é Arte, encontra-se mais desenho que fiz. São apenas traços bem definidos e com o trabalho de sombra e luz que o desenho a lápis pode proporcionar.






Mais um desenho e, sinceramente, espero que gostem. Se gostou comenta e diga sua opinião!









Olá, seja bem-vindo! Muito Obrigada pela visita e por ler e comentar os posts. Assim, para uma melhor interação lembre-se que todos os Direitos são reservados. Nenhuma parte desta obra pode ser copiada ou reproduzida total ou parcialmente sem a prévia autorização da Autora. Esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

quinta-feira, 21 de abril de 2016

O Tempo



            Será o tempo a esperança de um mundo melhor, ou a destemperança da humanidade?

            Quando ouvimos a palavra tempo, o que nos vem de imediato à mente é que o dia deveria ter mais horas, não apenas as 24 convencionais, talvez umas 36? Claro que a vida está cada vez mais corrida pelos inúmeros compromissos com a casa, marido, filhos, trabalho e no final do dia o cansaço já tomou conta e precisamos recarregar a bateria no 220 para aguentar o dia seguinte.

            A sensação do tempo escoando pelos dedos como a areia que se move no deserto nos persegue o tempo todo. Adiamos decisões importantes, perdemos oportunidades por não checarmos nosso e-mail ou redes sociais e a desculpa foi a falta de tempo porque  perdemos tempo demais com coisas inúteis que não nos trazem nenhum benefício ou bem-estar. Quantos detalhes e sabores deixamos passar despercebidos, porque o tempo não para e deixamos de viver os momentos importantes esperando sempre o momento oportuno chegar.

            Pare e reflita o que está fazendo da vida. Estamos vivendo ou deixando a vida nos levar? Será que estamos à deriva do tempo e perdemos o controle sobre ele?

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Crônica O Vilarejo



            O Vilarejo de Paranauê virou motivo de chacota nas arredondezas. É verdade. Se não tivesse presenciado o acontecimento, não teria acreditado se outra pessoa me contasse. Foi uma tristeza de dar dó, o que ocorreu por essas bandas. Uma judiação, mas foi merecido pela safadeza do ser humano.

            Nós aqui da vila somos muito apegados às leis e aos bons costumes, a ponto de acatarmos obedientes o que o Santo Padre falava nas missas. Temeroso, o povo acreditava nessas “lorotas” que o padre e o bispo ensinavam no catecismo. Bem que eu desconfiada até que a verdade veio à tona.

            Mas o que é isso minha gente? Duvidam de mim? Pois eu vou lhes contar.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

O elo da corrente!

Sou brasileiro e não costumo desistir, mas há momentos que o cansaço de remar contra a maré fala mais alto.

Estamos numa guerra? Uma guerra não declarada, velada. Violenta, sangrenta. Um massacre em meio ao campo de batalha?

A todo o momento, notícias sobre violência das mais absurdas e bizarras aparecem e nos chocam cada vez mais com a frieza e fealdade das pessoas. Exemplos: pai espanca o filho de 8 anos até a morte; pai, madrasta e amiga mata o filho de 11 anos; mãe e padrasto envenenam filho de 4 com diabete. Violência escolar: aluna é agredida pelos colegas por ser bonita. Mulheres são violentadas sexualmente no metrô por usarem roupas curtas. Vídeos gravados por imbecis retratando a violência contra animais. Cenas de corrupção que já nem nos chocam mais. Sem falar nas drogas que roubam a infância ou adolescência dos nossos jovens, o futuro desse país!

domingo, 27 de dezembro de 2015

Da Série: Lendas e Histórias Celtas - Divindades


Olá, galera! demorou para sair o post, porque entre faculdade e trabalho, o tempo ficou apertado. Agora estou de boa na lagoa e então tá aí, mais sobre os celtas!


Quando falamos em celtas temos que ter em mente o politeísmo. Eles veneravam vários deuses e deusas. Outros povos também era politeístas a exemplo da grego, a babilônico, a egípcio, romano, mesopotâmico e outros.

O panteão celta galês possui duas categorias: podemos dizer que existem as divindades gerais, ou seja, as conhecidas por todos os celtas e as divindades locais, conhecidos pelos moradores das áreas circundantes.

A título de curiosidade: as regiões que mais resistiram às invasões dos romanos foram a Irlanda e o País de Gales. No caso deste último, suas densas florestas dificultaram a passagem dos exércitos romanos a caminho da cristianização. 

As divindades são as mesmas dos países circundantes ao País de Gales, mudando os nomes em alguns locais.

     Vamos ao que interessa,


Mitologia Galesa

Vale lembrar que galesa refere-se ao País de Gales. Então temos:

- Aeron também conhecido como carnificina. É o Deus da Guerra, podemos dizer que é o aspecto masculino da Deusa Morrigan da Irlanda.


quinta-feira, 18 de junho de 2015

Vida é Arte!

Desenho a lápis

Desenho é vida!

A vida imita a arte e assim seguimos em frente!

No segundo post sobre Vida é Arte, encontra-se mais desenho que fiz. São apenas traços bem definidos e com o trabalho de sombra e luz que o desenho a lápis pode proporcionar.




segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Vida é Arte I


Desenho a lápis


Desenho é vida!

A vida imita a arte e assim seguimos em frente!

No primeiro post sobre Vida é Arte, encontra-se o primeiro desenho que fiz. Esse é um daqueles que fazem parte dos que mais gosto. Pergaminhos é algo que me fascina, aí está alguns modelos que quis dividir com vocês!

Adoro o trabalho de sombra e luz que o desenho a lápis pode proporcionar.










Como prometido, aqui está mais um desenho e, sinceramente, espero que gostem. Se gostou comenta e diga sua opinião!














Olá, seja bem-vindo! Muito Obrigada pela visita e por ler e comentar os posts. Assim, para uma melhor interação lembre-se que todos os Direitos são reservados. Nenhuma parte desta obra pode ser copiada ou reproduzida total ou parcialmente sem a prévia autorização da Autora. Esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.